LIAFUAN ITA NIA RAIN NOVEMBRU "NAKARAS" LIAN NIA NONOK REALIDADE MAK HAU HARE TAMBA SA HAU NIA MEHI HAFURAK LISAN HAFUNAN DALEN
.
TAMA LIU MAI BAINAKA SIRA, BEM VINDO E OBRIGADA PELA VISITA!

sábado, 1 de dezembro de 2018

Saida mak sala wainhira Xanana harii G7+

Saida mak sala wainhira Xanana harii G7+.
Domingos Saldanha
. Soekarno hari Asia-Afrika
SBY hari Forum Demokrasi Bali
Soekarno hari Asia-Afrika iha momentu situasaun turbulensia atu hatete deit iha momentu neeba laiha estabilidade politika, maibe ohin Asia-Afrika berdiri koko.

Hari Asia-Afrika laos atu hametin estabilidade politika iha rai laran, maibe oinsa galang forsa politika internasional neebe neutru iha biban funu laran entre Soviet ho Amerika.

Nunee SBY hari Forum Demokrasi Bali, iha estabilidade politika maibe korupsaun aas iha SBY nia ukun. Nunee mos SBY hari BDF atu fahe esperiensia ba malu kona ba demokrasia, laos konvida nasaun seluk atu kombate korupsaun

Xanana hari G7+ ho intensaun atu fahe dame no rekonsiliasaun ba nasaun seluk. Laos hari G7+ atu mai hakotu empasse politika iha ita nian nasaun.

Dader diak Timor Lorosae
www.facebook.com/domingos.saldanha

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Kritika RDTL Ajuda Nasaun Seluk; Xanana: Laiha Umanismu, Lakon Identidade Kultura!

Foto http://timor-leste.gov.tl/wp-content/uploads/2015/10/IMG_5079.jpg

Pesoa Eminente g7+ Maun Bot Kay Rala Xanana konsidera sira ne’ebe Kritika Timor-Leste nia partisipasaun iha senariu mundial atu promove paz no estabilidade LAIHA sensibilidade UMANU no LAKON tiha ona identidade kultural Timoroan nian nudar ema Katoliku. Tuir Maun Bot Xanana katak iha kultura Timoroan nian sempre ajuda vijinu ne’ebe hetan susar maske ita nia uma laran rasik mos susar hela. Maibe kultura ida ne’e komesa mihis ona, ka mihis tiha ona!

A prática e o critério da verdade, liafuan husi Mao Tsé-Tung ne’ebe ita nia lideransa sira uza no aplika durante rezistensia maka oras ne’e Maun Bot Xanana kontinua kaer metin hodi halo tuir. Konstituisaun RDTL Artigu 8 alinea 2, Artigu 9 alinea 2, no Artigu 10 alinea 1, fo IMPORTANSIA mos ba RDTL nia partisipasaun iha senariu mundial, liu-liu atu hakotu konflitu, hatun kilat, no promove pas no estabilidade. KRDTL nia valor as liu bainhira Estadu TAU iha pratika valores sira ne’e! Tanba ne’e maka tuir loloos Timoroan hotu orgullu ho RDTL nia partisipasaun iha senariu mundial ba paz no estabilidade husi asaun sira ne’ebe RDTL halo liuhosi lidera g7+!

Involvimentu RDTL nian iha g7+ hatudu katak maske Timor-Leste kiik no kiak maibe LA-MUKIT ba asaun paz mundial nian, liuhosi g7+ RDTL hatudu ba mundu katak Timoroan sira laos deit hatene simu apoiu maibe mos hatene kontribui hodi tulun povu rai seluk atu hetan hakmatek iha sira nia rain. Povu Timor-Leste konsidera importansia husi nasaun sira iha mundu rai klaran atu tulun malu, apenas grupu kiikoan ida ka individu ida ka rua maka kontra makas tanba sira hanoin sira maka grupu intelektual ne’ebe hatene buat hotu-hotu. Maibe realidade hatudu katak ema sira ne’e kiak iha hanoin no lakon tiha ona sentidu umanizmu, sira apenas copy paste deit ema seluk nian fraze ruma atu reboka an nudar ema intelektual.

Realidade loloos maka ema sira ne’e labele hamosu rasik hanoin ruma ka sira tama kategoria intelektual GAUL (gaba an ulun laiha) tanba “lincah” iha copy paste matenek nain loloos nia fraze hodi halo sai KOSMETIK ba sira nia oin atu nune’e fo impresaun ba publiku katak sira mos matenek hotu. Maun Bot Kay Rala Xanana maske laos professor ka doutor, ka dosente, maibe ninia hanoin luan liu kona-ba oinsa atu “blend” ka “mistura” Timor-Leste ba iha mundu tanba Timor-Leste laos nasaun ida iha planeta ketak ida hanesan intelektual GAUL sira ne’ebe sira nia vizaun to’o deit iha sira nia sapatu tutun!

Viva Timor-Leste! Viva AMP! Viva CNRT! Viva Maun Bot Kay Rala Xanana!

Fonte CNRTMC 


TUIR NO SANI ARTIGOS RELACIONADAS


1. Konaba g7+: maka’as iha teoria, namlele iha praxis. Anotação pós debate TVe
Martinho G. da Silva Gusmão
Docente Filosofia Politica

2. g7+ nia Advokasia iha Nivel Global, Resposta ba Senhor Martinho Gusmão nia artigu kona ba g7+: Maka'as iha teoria, namlele iha praxis
Helder Da Costa, PhD
Sekretariu Jeral, g7+
(Eis-Akadémiku)

3. Dala ida tan konaba g7+: "A prática é o critério da verdade" 
Martinho G. da Silva Gusmão
Docente Filosofia Politica

4. Kritika RDTL Ajuda Nasaun Seluk; Xanana: Laiha Umanismu, Lakon Identidade Kultura!
CNRT Media Center
https://www.facebook.com/CNRTMediaCenter/videos/347795572705621/

5. Teknokrata Servisu Fo Tulun Internasional: Hatan ba Maun Helder da Costa g7+
Ato "Lekinawa" Costa, Ativizta RENETIL
https://tafara.tl/teknokrata-servisu-fo-tulun-internasional-hatan-ba-maun-helder-da-costa-g7/

5. Saida mak sala wainhira Xanana harii G7+
Domingos Saldanha‎ / STL MEDIA GROUP
.......

sábado, 24 de novembro de 2018

O Longo Processo de Autodeterminação de Timor-Leste: Conjunturas, Eventos, Actores (Inter)Nacionais


NOV28

O Longo Processo de Autodeterminação de Timor-Leste


O Longo Processo de Autodeterminação de Timor-Leste: Conjunturas, Eventos, Actores (Inter)Nacionais

>>Na data da Proclamação Unilateral de Independência de Timor-Leste, esta conferência que tem como objectivo colocar a descolonização de Timor-Leste no seu contexto histórico privilegiando os testemunhos de quem teve responsabilidades no processo.<<

Com a Revolução dos Cravos em 25 de Abril de 1974, deu-se o primeiro passo no longo e conturbado processo de autodeterminação de Timor-Leste. Logo no ano seguinte, os esforços por encontrar uma solução aceite pelas organizações representativas dos timorenses falhou com estrondo, e a ocupação do território por forças da República Indonésia que teve lugar a 7 de Dezembro de 1975 haveria de durar 24 anos. À luz do direito internacional, Timor-Leste permaneceu como “território não autónomo sob administração portuguesa”. E a Constituição da República Portuguesa assumia o compromisso de garantir um processo de verdadeira autodeterminação para Timor. Até que em 30 de Agosto de 1999, uma “consulta popular” organizada sob os auspícios da ONU viria a dar livre voz aos timorenses, que escolheram a via da Independência Nacional. Este longo processo desenrolou-se em Timor e em Portugal, na Indonésia e na ONU, na opinião pública mundial e nas redes de solidariedade. Envolveu políticos e militares, diplomatas e ativistas da sociedade civil. Mobilizou meios de comunicação e boas-vontades em todo o mundo.

Passados mais de 15 anos sobre a proclamação da Independência (20 de Maio de 2002), é tempo de olhar desapaixonadamente para todo esse processo, nomeadamente para as ramificações que teve em Portugal. Por isso esta conferência privilegia os testemunhos de quem teve, em algum momento, responsabilidades, tanto oficiais como na mobilização da opinião publica, sem descurar uma perspetiva analítica que ajude a colocar a descolonização de Timor-Leste no seu contexto histórico. Agora que o calor das paixões está a dar lugar a atitudes de maior ponderação e reflexão, é tempo de ultrapassar as ideias feitas e indagar os avanços e recuos, as contingências e os marcos relevantes, o papel dos homens e as condicionantes que tantas vezes teimaram em travar o processo. O facto de ter acabado bem é uma razão suplementar para que a sua atribulada História seja feita com o maior rigor.

Coordenação científica:
Pedro Aires Oliveira (IHC – NOVA FCSH)
Rui Feijó (IHC – NOVA FCSH e CES – Universidade de Coimbra)

PROGRAMA:

CONFERÊNCIA DE ABERTURA
Jorge Sampaio | Timor nas memórias de um Presidente da República

SESSÃO 1 Norrie MacQueen | Victim of the System? Timor-Leste and International Politics since 1974. David Hicks | Were the tragic events of 1975 inevitable?

SESSÃO 2 O CASO DE TIMOR NOS ÓRGÃOS DE SOBERANIA PORTUGUESES

Adelino Gomes | Os primeiros passos do caso de Timor no acervo da EPHEMERA (espólio do Conselheiro da Revolução Major Sousa e Castro) Carlos Gaspar | O processo de autodeterminação de Timor visto da Presidência da República Fernando d’Oliveira Neves | O Acordo de 5 de Maio de 1999: uma negociação implausível

SESSÃO 3 THE CASE OF TIMOR IN NATIONAL AND INTERNATIONAL CIVIL SOCIETY

Mesa-redonda com António Barbedo de Magalhães, Arnold Kohen e Robert Archer

17h45-18h00 | Encerramento dos trabalhos

Participação gratuita, mediante inscrição:
https://is.gd/aMFY9v

Imagem: Manifestantes timorenses e portugueses durante um protesto contra a ocupação Indonésia de Timor-Leste em frente da Assembleia da República Portuguesa em Lisboa. Arquivo & Museu da Resistência Timorense

Fonte: Museu do Oriente and Instituto de História Contemporânea

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Trajedia Kulu-Hun, SENTIDO CONDOLÊNCIA!


TRAJEDIA KULU-HUN
Novembru Nakukun, 18 Novembru 2018
Ba Familia Vitima no Enlutadu

Ho sentimentu klean wa’in nebe ita hotu hare konaba trajiku no ineditu akontesimentu foin dadauk ne’e iha bairu Kulu-hun, Dili, 18 Novembru 2018, sekuensia husi tiru violentu Polisia PNTL ida nebe hasai ona ema sivil nain tolu nia vida no hakanek todan sira nain-hira seluk. 

Joven na'in tolu nebe lakon vida iha Trajedia Kulu-hun mak Erick Joni Robertus Bria, Luis Kevin Saldanha Belo no Leonildo Eduardo Ximenes Sequeira.

Konsidera nudar kazu insolito, hau fahe sentimentu susar  ne’e no “turut berduka cita” ba familia vitima no enlutadu – Kulu-Hun Kraik em particular no Timor-Leste em geral, mak senti todan, iha momentu ne’e.

Iha tempo LUTU ne’e, hau ata, liu husi meius ida ne'e, hakarak hato’o no expressa hamutuk SENTIDO CONDOLÊNCIA ba familia entlutadu, no reza atu deskansa ho hakmatek rohan-laek no paz iha sira Matebian nia klamar!

Um eterno descanso e paz às suas almas!
                                   
Dalia Kiakilir
Oxford, 19 Novembru 2018
Blog https://kiakilir.blogspot.com

Publicação em destaque

Dalia Kiakilir "My Self"

“ Ohin hau pinta aban ho perspektiva matak, ho larametin katak realidade bele mosu hanesan iha hau nia mehi! ”  Dalia ,    Was b...