imor-Leste’s big-spending leaders are squandering its savings Kembalinya anak Timor Leste yang ‘diambil paksa’ oleh TNI Legacy of Mass Torture and Challenge for Reform Ocupação humana na ilha timorense de Ataúro tem pelo menos 18 mil anos 20 de Maio - Tempu ba reflexaun..
We are proud to release in this market the first lines of fragrances Buibere for Her and Maubere for Him. Together with glass handcrafted gifts perfect for Christmas.
BEM VINDO E OBRIGADO PELA VISITA!

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Vitória sem Arrogância, Derrota sem Violência?


REACÇÕES
Coligação do Partido CNRT , PD e FRENTE MUDANÇA

Após o resultado das Eleições Legislativas em que o Partido CNRT de Xanana Gusmão vence não obtendo a maioria dos votos, no dia 15 de Julho no Centro de Convenções de Dili na Conferencia Nacional P-CNRT, Xanana Gusmão comunicou após concordância dos conferencistas que para a formação do V Governo Constitucional a CNRT convida os Partidos PD – Partido Democrático e FM – Frente Mudança, deixando a Fretilin como partido de Oposição. Pela primeira vez na história de Timor Leste a Fretilin liderada por Mari Alkatiri perde em Eleições Legislativas (com uma diferença mínima de votos perante o partido CNRT).

Após a divulgação da decisão unânime do CNRT, (segundo informação dos média) houve provocações e confrontos em alguns distritos em Timor Leste entre indivíduos de momento não identificados. Não obstante da realidade do momento em Timor, é de todo perceptível o motivo da reacção do público após ter conhecimento da decisão do partido vencedor destas legislativas. As emoções dominaram a razão e estas resultaram em acções pouco favoraveis para o povo. Durante a fase de espera, conforme a opinião publica de nós Timorenses dentro e fora do país (as mais ouvidas nas redes sociais) foram, a coligação entre os partidos de maior votação, CNRT e FRETILIN defendendo assim uma maior estabilidade e melhor governação no País, pois conforme os resultados, os dois partidos obtiveram (36.66% CNRT) e (29.87% Fretilin) total de  66.53% prefazendo a maioria dos votos  e ocupando assim um total de 55 lugares no Parlamento num universo de 65.

“Vitória sem arrogância, Derrota sem violência” esteve em destaque também durante o período de espera numa expectativa de que o ambiente fosse tranquilo e pacífico, antes, durante e após estas Legislativas, no entanto a realidade mostra-nos um cenário diferente dentro do território não sabendo ao certo (segundo os média) a fonte das provocações.

A informação proveniente da TVTL e de outras fontes refere que sim, “Estes distúrbios, nomeadamente nos distritos de Dili. Viqueque e Baucau surgiram logo após a comunicação de que o CNRT havia rejeitado a proposta de coligação por parte do partido da FRETILIN”, visto isto (está identificado o motivo mas ainda não identificados os causadores «simpatizantes de que partidos é que as incentivaram»), neste momento, Tolerância Zero por parte da PNTL.

É necessário, prioritário e urgente que os nossos líderes se reunam e abordem o que está a acontecer, é necessário que alguém dê um passo em frente e que fale ao Povo, a nosso vêr, é necessário mais uma vez que “eles”, Xanana Gusmão, Mari Alkatiri, Fernando LaSama e Jose Luis Guterres apelem à calma, entendimento, e união salientando os beneficios que são “A saúde e bem estar de uma Nação", pois qualquer que seja a formação do V Governo Constitucional, todos trabalharão para um só objectivo e juntos reunirão esforços para contribuir para a evolução e desenvolvimento do País. Obrigada ao nosso Presidente da República Taur Matan Ruak pela sua conferencia de imprensa hoje em Dili e pelo apelo à união e calma.

Timor, como um País livre e democrático mostra ao mundo que a democracia funciona, é respeitada a decisão do povo, e são respeitadas as regras de democracia, na existência de um Governo, existe uma Oposição, logo, um dos papéis principais da oposição é controlar as acções do Governo.

Por aqui, esperamos que a situação nestes distritos se apazigue, que aja alguma voz por parte dos nossos líderes quanto a estes últimos acontecimentos e esperamos a confirmação e aceitação por parte do Tribunal de Recursos e publicação no Jornal da República  quanto à proposta de coligação do partido CNRT com os partidos PD (Partido Democratico) e FM (Frente Mudança) sendo que a formação do V Governo Constitucional sera anunciada pelo Presidente da Republica de Timor Leste Taur Matan Ruak.

Que as promessas durante a campanha eleitoral sejam cumpridas! Boa Governação!


por Dália Agostinho

Sem comentários:

Enviar um comentário