imor-Leste’s big-spending leaders are squandering its savings Kembalinya anak Timor Leste yang ‘diambil paksa’ oleh TNI Legacy of Mass Torture and Challenge for Reform Ocupação humana na ilha timorense de Ataúro tem pelo menos 18 mil anos 20 de Maio - Tempu ba reflexaun..
We are proud to release in this market the first lines of fragrances Buibere for Her and Maubere for Him. Together with glass handcrafted gifts perfect for Christmas.
BEM VINDO E OBRIGADO PELA VISITA!

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Sr. Jose Brito agente da PSP expulso de Timor Leste Mente ao Publico!

Com muita tristeza que vejo-me obrigada a mais uma vez expor aqui uma situação de alta repugnância para todos nos, Timorenses e Portugueses.

Nestes últimos dias o que mais se fala no seio da sociedade é a problemática entre "Timor e Portugal" o facto do Governo de Timor Leste ou Primeiro Ministro Xanana Gusmão ter expulso Magistrados Portugueses e um agente da PSP de Timor Leste por alegar falta de competência.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor Leste Sr. José Luis Guterres declara ao Diário de Noticias "garante que a ordem de expulsão não está relacionada com uma investigação por alegados casos de corrupção envolvendo dirigentes políticos timorenses" justificando que o Pais quer profissionais mais experientes."

Pedro Bacelar Vasconcelos, constitucionalista Português em Timor defende que "A falta de qualidade de algumas dessas decisões é flagrante. Alguns desses funcionários deixaram-se instrumentalizar."

Por cá, os magistrados desmentem o Primeiro Ministro Xanana Gusmão declarando que nenhum deles interferiu no caso do Petróleo Conocophillips em que Timor perdeu a causa e como consequência custou a perda de 35 milhões de dólares ao Governo.

Por ultimo ficamos a conhecer o agente da PSP, sr. José Fernando Brito que vem a declarar a imprensa Portuguesa que o motivo  de expulsão da sua pessoa do pais foi por estar a investigar casos de corrupção de Xanana e do seu Governo, noticia esta muito falada e discutida pela sociedade e que tenho acompanhado através da rede social facebook. Podem ler a noticia através do link: Oficial da PSP "Xanana está envolvido em casos de corrupção e há provas" .

Com muita atenção, nos publico lemos esta noticia. vários debates foram abertos nas redes sociais e eu na minha inocência peculiar partilhei também esta noticia mostrando o meu desagrado para como tudo esta a ser tratado... Em relação a esta declaração do agente da PSP pude constatar vários factos em que o próprio se contradiz e muito, e então sublinhei:

  1. quando se tem provas não se desafia, passa a acção.
  2. lança o desafio depois diz que já sabe que XANANA vai negar (e depois se negar não vai fazer nada)? Muito estranho...
  3. está em banguecoque a viver com a mulher, porque mandou as provas para Portugal? No comments....

"Pois o sistema está corrupto, um desastre mas enquanto la estava não tinha tantas queixas ... "TIPICO do Homem" que é contratado e depois quando é despedido diz tudo e mais alguma coisa à família e amigos e pelos vistos ao mundo para eles pensarem que ele era exemplar e profissional e a empresa é que não presta..."

Questionando o próprio ainda reforcei que não acredito em nada do que este Sr. declara e que se tem provas teria de as mostrar e que o fizesse em Tribunal.

Não tarda, recebo uma resposta ao próprio como comentário na minha publicação no facebook:
clicar na imagem para melhor leitura
Com isso, mediante as suas declarações à imprensa e após ler o comentário pude detectar um "pequeno" erro "flagrante":

1- À imprensa o sr declara "...E tenho provas. Enviei-as num contentor para Portugal. Garante"

2- Aqui comenta: ".... mais, as provas estão todas em Timor"

O que nos faz questionar a veracidade "declarações" ou ate mesmo das ditas "provas" agora onde é que elas pairam?!?

Vejo-me obrigada a reforçar a ideia de que infelizmente o Sr, Agente da PSP sofre de um transtorno mental bastante grave, aparenta ser um homem bem sucedido, e sensato, mas o medo da censura familiar e de amigos é tão grande que por fim da sinais de imaturidade e falta de responsabilidade ou ate mesmo transtorno dissociativo de personalidade. Dai justificar a expulsão com declarações fictícias, será?

Justifico este meu ponto de vista com o simples facto de prestar declarações que aparentam ser fiáveis mas acabam por ser sem fundamento:

1- Quem não deve não teme
2- Quem acusa alguém fá-lo com firmeza e com base em factos, não acusa e depois justifica as suas acusações contradizendo-se e auto-respondendo como “Desafio publicamente Xanana Gusmão para nos defrontarmos num tribunal arbitral fora de Timor para ver se estou errado. Já sei que vai dizer que não”, aponta.", "Apresentar as provas?, aonde? Que consequências isso poderá ter?, nada, absolutamente nada."

Após te-lo confrontado com estas contradições, qual é' o meu espanto que o próprio remove imediatamente o seu comentário. Peso na consciência? ou medo? cliquem nesta frase que o link os levara para a publicação em questão, onde podem constatar que o Sr. Policial removeu o seu comentário mas podem lê-lo na imagem acima.

Não estou a defender Xanana, como cidadã Timorense que viveu em Portugal Durante muitos anos Julgo estar a ser neutra e justa o CONTRARIO de muita coisa que infelizmente por aqui vejo passar... Uma tristeza...,

FALTA DE CONSIDERAÇÃO PARA COM OS DOIS PAÍSES AMIGOS É ATIRAREM MUNIÇÕES AO AR, E CRIAR CONFLITOS ENTRE NOS! Isto serve tanto para o PM como para os magistrados e oficial da PSP!

De uma vez por todas fundamentem o que dizem, sigam o conselho de Ana Gomes pecam as  Nações Unidas que Investiguem a expulsão, Podem sempre aproveitar a boleia e por as cartas na mesa, corrupção ou não, incompetência ou não, que a verdade seja dita e comprovada.

Para mim o assunto termina aqui, sem mais comentarios!

Obrigada


Dalia Kiakilir Agostinho

Oxford, 12 de Novembro 2014

Sem comentários:

Enviar um comentário